domingo, 21 de janeiro de 2007

NÃO SE DEVIA ESCREVER, MAS...

É frequente, em textos manuscritos, aquando da escrita de erros ortográficos, dando-se por eles, recorrer-se ao uso de parêntesis para encobrir os mesmos.

Está errado.
Essa prática resulta de uma inadequada informação sobre o uso desse sinal de pontuação - o parêntese.

Vejamos, então, por que razão não está correcto colocar os erros entre parêntesis.

parêntese s.m 1. Duplo sinal gráfico que delimita uma frase ou frases intercaladas ou suprimidas, transcrições fonéticas, indicações bibliográficas no interior de um texto…2. Frase ou episódio acessório num discurso. 3. Duplo sinal gráfico utilizado para indicar que, numa citação, se introduziu uma palavra ou palavras para lhe clarificar ou completar o sentido. 4. Duplo sinal gráfico que, associado às reticências, indica a supressão de uma parte do discurso numa citação. 5. Teat. Duplo sinal utilizado para isolar as indicações cénicas numa peça de teatro. 6. Duplo sinal gráfico utilizado par isolar constituintes de uma frase. 7. Duplo sinal gráfico que indica numa edição crítica , os elementos que devem ser introduzidos ou eliminados do texto.” , in Dicionário Da Língua Portuguesa Contemporânea, Academia das Ciências de Lisboa.

Deverá ser suficiente a leitura destes sinónimos para perceber que não é correcto utilizar os parênteses para guardar erros, isto é, dentro dos parênteses devemos escrever informações que, não sendo essenciais para a compreensão do texto, nos podem, no entanto, facilitar a sua compreensão.

Já agora uma palavra sobre o uso de corrector. Ainda que possa tornar o trabalho esteticamente mais apresentável…dificulta, no entanto, a correcção do erro.
É com os erros que aprendemos!

6 comentários:

Anónimo disse...

Foi assim que me ensinaram. Actualmente não o uso (o parêntese, limitando-me a riscar a palavra.

Rosalina disse...

é, manel, há quem ensine assim e depois demora imenso tempo a perder esse hábito...


quanto ao facto de ter escrito a palavra no singular, foi propositamente.

apesar de quase sempre ser usada no plural ela existe, também, no singular: é um duplo sinal gráfico.


já, se optarmos pela forma decalcada do latim tardio parêntesis, o singular e plural são iguais.

__________________

*fiz esta breve referência porque no comentário aparece " não o uso (o parêntese..." ;)

Cristina disse...

:DD

Rosalina disse...

ehehhe...cristina.

Anónimo disse...

Na escola ensinaram-me a usar os parenteses para os erros, mas eu achei que não tinha sentido nenhum, nunca os useio para esse efeito. Socorro-me frequentemente dos parenteses:)

Tive uma professoara ambientalista q entrava em histeria se via alguem usar correctores. Mandava-nos riscar, era preferivel.

bj

Rosalina disse...

é, abssinto, não sei donde veio essa teoria de ensinar que os parêntesis servem para tapar os erros...

exacto, riscar é o melhor. não por questões ambientalistas, mas porque assim o aluno pode ver o erro e corrigir. se esconder, não aprende.