domingo, 5 de novembro de 2006



os anos foram passando, como passando foi a vontade de escrever. todos os dias eram de vida e a escrita que esperasse...

um dia, sentiu que a vontade tinha ficado perdida algures entre o tempo da memória e o da saudade.

e, agora, longe, presa a esse tempo, ficara estanque.

olhou, naquele dia, para aquela caixa e ficou triste pelas palavras que nunca escrevera.

a caixa, tal como a sua vida, estava quase a partir.

(foto: Cristina Vieira)

8 comentários:

claudynius disse...

Numa palavra "melancólindo" ;)

Um bom fds

Rosalina disse...

ehehehehehheheh...claudynius, gostei do neologismo. ;)

bom domingo.

mfc disse...

Pensamos sempre que temos tempo para mudar aquilo que não julgamos essecial.
Porém, quando há um erro de cálculo e o não essencial era, afinal "O" essencial.... aí já é tarde... já é muito tarde!

Rosalina disse...

exacto, mfc. a síntese do que escrevi.

Tuche disse...

Bom dia, boa 2ª feira, boa semana :

Rosalina disse...

obrigada, tuché.

o mesmo para ti. ;)

Cristina disse...

ups!!

sem palavras...com um sorriso. enooorme:)

beijocas

Rosalina disse...

desde que vi esta foto que andava à procura das palavras certas, cristina. ;)