terça-feira, 18 de julho de 2006

sem saber porquê, hoje senti a dor desta mulher.
há na sua expressão uma dor tão profunda, um olhar tão vazio...
senti-me egoísta. (...daí)

2 comentários:

wind disse...

Caramba! Podes crer, temos uma sorte, não sabemos o que é estar mal, naquele sentido.

Rosalina disse...

pois, wind. e tão raramente nos lembramos dessa sorte.