terça-feira, 11 de julho de 2006

o dia, hoje, está assim.
parado. cinzento.
demasiado calado. (...daí)

14 comentários:

wind disse...

Mas muito quente!

Jotabê disse...

Olha, aqui no meu sítio chove que se farta, ainda bem que chegou o Inverno já estava farto deste Verão.

:)

Jotabê disse...

...e quando o dia fica muito calado, está a fazer das dele.

(De onde conheço eu isto?)

Jotabê disse...

...mas por outro lado, às vezes mais vale estar calado do andar por aí a dizer baboseiradas.



:)

Jotabê disse...

Concordo em absoluto contigo, o dia está mesmo muito calado.

Jotabê disse...

Estranhos silêncios de suposto ouro apontados à inércia das palavras que teimam em vir, lembrar, gozar, gozar da arte de saber dizer tudo quando não se tem nada para dizer.

[cancioneiro da arte e das palavras, baseado em temas de Payo Chariño (meu companheiro de viagem na solidão da minha tarimba) brilhante visionário de temas]

Jotabê disse...

Lembrei-me dele pelas ânsias de o ler nos momentos de pouco ócio que me estavam muitas poucas vezes à disposição, e que me acossava com o seu galego ordinário de realidades que fogem à compreensão, que nos desaprendem e desprendem dessas mesmas realidade.

…memórias.

claudynius disse...

Acho que perdi algo....
nomeadamente o teu outro carpe diem
:(

bjs

Rosalina disse...

por isso mesmo, wind, sentia o dia estranho. aparentemente de inverno, mas excessivamente quente.

Rosalina disse...

jotabê, 6 em 1:

- inverno?! nem pensar. agora que posso começar a ir à praia. na na. não sejas mauzinho.

- por acaso, começou calado, mas, no meu caso, durante a tarde até me fartei de falar...ehehehehhehe...


- eu adoro ouvir/ler "baboseiradas". ahahahahhahahahha...

-...e ainda bem que não ficaste tu em silêncio. porque gostei imenso dos dois últimos comentários.


olá.

Rosalina disse...

claudynius, não perdeste o outro "carpe". eu é que o fiz desaparecer. "coisas" vontades, impulsos. este surgiu porque houve quem "chorasse" por eu ter feito essa maldade. ehehehehhehehe...

não há motivos para estar triste. eu vou continuando por aqui.

claudynius disse...

É bom saber que posso continuar a contar contigo por aqui. Talvez seja egoísmo... Será????

bjs

Rosalina disse...

se é ou não egoísmo...só tu podes saber, claudynius.

de qualquer maneira, penso que, de uma forma ou de outra, todos somos sempre um pouco egoístas.

claudynius disse...

Egoísmo da minha parte, claro!
Coisas de carneiro :D

bjs