quarta-feira, 19 de julho de 2006

há gestos que nos fascinam.
há mãos que falam.
há a mão que no seu gesto delicado,
mas forte,
nos protege.

há momentos de toque,

de sensibilidade,

de carícia,

de prazer.

há dedos que se entrelaçam

em

cumplicidades silenciosas.

mesmo o momento que se perde,

pode ser dum tempo belo.

(...daí)


8 comentários:

pb disse...

Por vezes, vale mais um gesto que mil palavras. bjs

Rosalina disse...

é, pb. isso é no que nós queremos acreditar. que, às vezes, vale mais um gesto...de facto, há gestos expressivos. que dizem tudo. e, no entanto, eu sinto-os sempre incompletos. falta-lhes a palavra.

claro que não perdem a sua beleza...mas são sempre, também, sibilinos.

bom dia.

Liliana disse...

vou ausentar-me, agora, por mais tempo... e é como dizer adeus com uma mão cheia de palavras.
Fica bem , um abraço.

Rosalina disse...

gostei dessa imagem, liliana: "dizer adeus com uma mão cheia de palavras." obrigada.

eu por cá andarei a brincar com as palavras, as formas, as cores. abraço, também.

Cristina disse...

é mesmo querida. o tempo que se perde, como saberemos se não era o melhor?

beijinhos miuda ;)

Rosalina disse...

existe a dúvida enquanto não se opta. depois passa a pertencer ao passado. pelo menos, eu funciono assim, cristina.

beijocas

wind disse...

Belíssimo post, tanto em fotos, como em palavras:)

Rosalina disse...

confesso, wind, que foi um dos que mais gostei até hoje. :)