domingo, 23 de dezembro de 2007

(...)
Também o sociólogo e analista político António Barreto vê como dispensável e até questionável uma remodelação. "Sócrates tem maioria absoluta, só fará o que quiser", afirma. E defende que "este Governo depende muito do primeiro-ministro, o primeiro-ministro ocupa o espaço todo, os ministros têm pouquíssima importância no Governo", já que "no PS são figuras de segunda, do ponto de vista da nomenclatura, são técnicos que não têm peso político".

António Barreto sublinha que José Sócrates optou por este tipo de Governo porque "era muito novo, era um júnior e a maneira de afastar a contestação foi a de ser o único sénior. Com a saída de António Costa, ficou mesmo o único sénior". E frisa que, mesmo que venha a remodelar, Sócrates não vai jamais reconhecer que a política foi errada. Pode mudar de ministro, mas nunca admitirá erro de política.
(...)


in Público

___________________

Ora bem. Só não vê, quem não queira.
Curiosamente, nunca me telefonam para participar em sondagens.


4 comentários:

Alien8 disse...

Feliz Natal, Rosalina!

Um abraço.

Cristina disse...

Feliz Natal miúda.

Que estes sejam dias de paz e harmonia junto de quem te quer bem.

um beijo

e doces

Rosalina disse...

Obrigada, Alien. Igualmente.

Rosalina disse...

Doces não faltam, Cristina. ;)

E o resto, felizmente, também há. :)

Um beijo grande e que o teu natal seja, também, muito doce.