sexta-feira, 16 de maio de 2008


sorriso perdido

um dia saiu de casa e perdeu a vontade de ir para a escola.
resolveu ira à procura do mundo. percorreu cidades, países, continentes. conheceu outros sítios, outras gentes... durante esse tempo pensou que era feliz e lentamente pensou, também, que já se tinha esquecido da sua escola, da sua casa.
e o tempo foi passando.
um dia, alguém lhe disse que perdera o sorriso. ficou preocupada. viu-se ao espelho e verificou que era verdade. quis chorar e não conseguiu. disseram-lhe, então, que para chorar tinha de voltar a encontrar o sorriso. procurou naquela cidade. naquele país. naquele continente.
não o encontrou.
viajou por todas as cidades e países dos outros continentes por onde tinha andado. não o encontrou.
e, de repente, durante outra noite de tristeza, lembrou-se da sua casa, da sua escola.
regressou. o sorriso estava lá, à sua espera, entre a casa e a escola. o primeiro caminho que tinha aprendido a fazer.
ficou.

8.maio.2008

4 comentários:

Pêndulo disse...

Que perda de tempo ! Com um GPS resolvia logo o problema.

Rosalina disse...

Que insensível, pêndulo!!!! :p

tempus fugit disse...

Que saudades, Rosalina. Que saudades destes teus escritos.

Rosalina disse...

Este surgiu porque uma aluna me pediu que lhe fizesse uma dedicatória. ;)